O futebol anda tão chato

É isso aí, parece chocante e você pode até não concordar, mas ultimamente falar de futebol (pra quem gosta) anda melhor do que assistir. Estamos chegando no final do primeiro turno do campeonato brasileiro e provavelmente os únicos torcedores felizes são os tricolores. Mas nem me refiro ao foto do Fluminense conseguir ganhar essa bagaça com antecedência. Mas qual novidade anda acontecendo nesse meio?

É quase zero. Aqui e lá fora da um sensação de dejà vu. Na Europa são sempre aqueles belos gramados, as contratações de efeito, aparenta classe, mas na grande maioria das vezes são bem chatos. Parece algo bem frio. Aqui é diferente, tem até elementos mais interessantes, o gramado é ruim (deixa a coisa mais aleatória), os Estádios não se comparam, mas o futebol é bem mais vibrante, parece que os jogadores se doam mais. Não é tão vistoso, mas até que era legalzinho de acompanhar o seu time e os dos outros. Os jogadores de nome estão voltando para agregar “qualidade”, mas então qual é o problema?

O futebol está chato! Anda um pouco cansativo. O Santos trouxe alegria no início porque resgatava coisas que não víamos mais. Agora acabou, tudo é tão burocrático aqui e lá fora. Se faz um futebol covarde, são sempre três zagueiros ou três volantes. A bola parada é a principal arma de muitos times. Os times jogam para vencer por diferenças mínimas, fazem um gol e armam “aquela” retranca!

O meu time empatou de novo hoje (pela terceira vez seguida). Convenhamos que torcer para o Vasco às vezes dificulta um pouco as coisas. E foi realmente torturante ter que assistir até o final. Mas um campeonato onde atacantes não fazem gols, os times jogam da mesma forma, árbitros aparecem mais que jogadores e o Fluminense lidera e tem a melhor equipe, é um campeonato no mínimo frustrante. Torço para que essa fase de marasmo passe ou que seja só uma impressão errônea!

Marcio Ornelas

Anúncios

Clássico da melhor qualidade

E como esse blog é extremamente inovador, domingo é dia de futebol e foi dia de um grande jogo. Neste dia 22/08/2010 Vasco e Fluminense fizeram de longe, o melhor jogo da rodada. Foi muito emocionante do início ao fim, sem tempo para sonolências. O placar terminou empatado em 2 x 2.

Definitivamente não vou entrar nos pormenores do jogo, mas as torcidas deram um show, público de 80 mil pessoas. E os jogadores corresponderam em campo. A maquina tricolor teve um leve contratempo diante de um time aguerrido que foi o Vasco. Na rodada o Botafogo ganhou e está tranquilo no G4 e o Flamengo perdeu.

Mas porque um post para falar do futebol? É justamente para tentar incrementar a discussão sobre a revitalização do futebol no Rio de Janeiro. Uma matéria que saiu nesse domingo no Jornal Extra mostrou o ranking do quadro de sócios dos clubes nacionais, e os números referentes aos 4 grandes do Rio de Janeiro são risíveis! Enquanto o Internacional mantem mais de 100 mil sócios, o flamengo (melhor posicionado do Rio) tem algo em torno de 12 mil. É claro que esse fato pode ser explicado por vários motivos. Mas se tem um momento que moralmente falando o futebol do Rio parece avançar, é agora. Não tem melhor hora para os torcedores vestirem literalmente a camisa dos clubes – os 4 grandes bem no campeonato, início de reestruturação administrativa e consequentemente princípio de credibilidade – e fortalecer o Rio como unidade futebolística como um todo.

É claro que a administração das entidades que comandam o futebol do Rio de Janeiro ainda é uma piada, é claro que o investimento anunciado para o Maracanã é no mínimo duvidoso – que deve deixá-lo menor e com a mesma aparência – e é claro que temos outros n problemas. Mas também se não enxergarmos uma luz no fim do túnel, como vamos fazer?

Marcio Ornelas